Por que Proteção Microban®?

Contaminações cruzadas por superbactérias têm causado grandes prejuízos e óbitos ao sistema de saúde brasileiro. Difíceis de serem controladas por sua capacidade de mutação e adquirir resistência, as superbactérias e ou as bactérias mutantes estão em todos os lugares, em nossa pele, no ar e ao nosso redor proliferando o tempo todo. Manter um alto grau de assepsia e o controle microbiológico em áreas críticas é um grande desafio. Procedimentos e produtos de limpeza nem sempre são 100% eficazes. Mas existem tecnologias que nos ajudam a manter a proliferação de bactérias controladas, mesmo entre os procedimentos de limpeza. Por isso a Tecnologia Bacteriostática é aliada da Segurança, da Higiene e do bem-estar, pois auxilia as práticas de limpeza e ajuda a reduzir os pontos de contaminação cruzada e proliferação.



Evite contaminação cruzada em áreas criticas

  • As bactérias são fontes de contaminação, especialmente em objetos que manuseamos ou temos contato ao longo do dia. O acúmulo de bactérias e bolor gera odor desagradável, também pode causar manchas irreversíveis, degradando o produto, tornando-o mais difícil de limpar.
     
  • Considerando a alta circulação de pessoas em ambientes públicos, não é surpresa a preocupação com a proliferação de bactérias nestes locais. Casos recentes de óbitos por KPC em hospitais em todo o Brasil trazem grande preocupação, pelo fato de ser uma bactéria transmitida através do contato físico.  
  • Em particular, o ambiente hospitalar oferece agentes infecciosos variados e muito resistentes. Os doentes internados têm um maior risco de adquirirem infecções devido à própria natureza hospitalar, por estarem com a imunidade debilitada e expostos a microrganismos que no seu dia-a-dia não entrariam em contato.
     
  • Certas bactérias, como a KPC se tornam resistentes a antibióticos, sendo chamadas de “superbactérias”, uma das principais causas da resistência é a mutação genética. Em especial, os ambientes hospitalares precisam ter um alto padrão de higiene, pelo fato de que o contagio da KPC acontece através do contato físico e secreções.
     
  • É importante ter em mente que em condições adequadas de calor, fonte de alimento, tempo e um pouco de umidade, microrganismos podem dobrar sua quantidade a cada 20 minutos.
     
  • A Tecnologia Bacteriostática Microban não causa mutação ou resistência das bactérias, pois mata através do contato físico, no momento que o microrganismo tenta se fixar na superfície da cadeira para proliferar. A molécula do Microban perfura a sua parede celular, causando um vazamento citoplasmático, não permitindo a sua proliferação nesta superfície, mantendo-a limpa por mais tempo.
     
  • A Proteção Antibacteriana não elimina necessidade de limpeza e assepsia conforme normas de higiene para estabelecimentos públicos de saúde ou alimentação. 


Tecnologia Bacteriostática Microban® nas Cadeiras Flexform®

A Microban® e a FlexForm® se uniram para oferecer com exclusividade ao mercado cadeiras com Tecnologia Bacteriostática, que contam com a proteção nas linhas Brent, Coral, Moiré e Geos, impedindo a fixação e a proliferação de bactérias como a KPC, unindo a beleza, alta durabilidade e praticidade das cadeiras com inovação da proteção antibacteriana incorporada durante a fabricação. Como a superbactéria KPC pode ser transmitida através do contato físico e secreções, as cadeiras FlexForm® contendo a proteção Microban®, oferecem um maior padrão de higiene e controle microbiológico em ambientes de alta rotação, e aos usuários mais tranquilidade e segurança.  A tecnologia Microban® proporciona uma proteção contínua e durável contra o crescimento de bactérias nocivas durante toda a vida útil da aplicação.

Geos Longarina Cinza