TECNOLOGIA SILVERSHIELD™

8x mais rápida do que outros antimicrobianos de prata

More

O Problema

O mundo está repleto de microrganismos, incluindo bactérias. Praticamente tudo aquilo em que os seres humanos ou os animais tocam – bancadas de cozinha, móveis da casa de banho, maçanetas, soalhos ou equipamento médico – tem certamente bactérias como a Escherchia coli e Staphylococcus aureus, as quais podem causar doenças graves caso as superfícies não forem limpas e desinfetadas regularmente.

Tomemos como exemplo as camas de hospital. Critérios estabelecidos ditam que, para a segurança dos seres humanos, a flora microbiana nas superfícies de elevado toque não deve exceder 100 unidades formadoras de colónias (CFU)/100cm2 de potências agentes patogénicos e 250 CFU/100cm2 no total de contagens de colónias microbianas. Os investigadores do Exército Norte-americano descobriram que devem ser utilizados desinfetantes agressivos de duas em duas horas para manter as grades das camas de hospitais abaixo desses níveis de bactérias causadoras de doenças, incluindo a MRSA e VRE, duas estirpes de bactérias resistentes a antibióticos. A principal conclusão dos investigadores: Os desinfetantes aprovados pelos hospitais são capazes de reduzir rapidamente as contagens de bactérias para níveis seguros, mas as bactérias ressurgem rapidamente acima de 250 CFU/100cm2 e cada grade da cama tem de ser novamente desinfetada a cada 120 minutos para manter uma proteção contínua e segura.

Ninguém tem o tempo ou pessoal necessários para limpar cada superfície num hospital, centro comercial, lar, casa de banho – ou qualquer outro local – de duas em duas horas. Além disso, os desinfetantes contêm produtos químicos agressivos, incluindo lixívia e peróxido, os quais podem ser nocivos caso ingeridos, ferir a pele nua e danificar ou descolorir os objetos que estão a tentar tratar.

A solução: Um descoberta inovadora na tecnologia antimicrobiana

Há muito que a prata tem vindo a ser utilizada como agente antimicrobiano, pelo menos desde que Hipócrates descreveu as propriedades antimicrobianas da prata pela primeira vez em 400 a.C., mas só em 1972 é que os cientistas compreenderam o modo como a prata funciona. Pequenas quantidades de prata corrompem o metabolismo das bactérias ao evitar que estas convertam os nutrientes em energia, o que inibe a sobrevivência, a reprodução e a colonização de bactérias.

A inovadora tecnologia SilverShield da Microban contribui para um enorme avanço na eficácia antimicrobiana comprovada da prata em polímeros. Graças à sua geometria única e mecanismo de libertação altamente eficiente, a Série FP SilverShield reage 8 vezes mais rápido do que outros antimicrobianos de prata, mantendo ao mesmo tempo a durabilidade e integridade do polímero.

Testes demonstram que a SilverShield proporciona uma redução de 99% da Salmonella enterica, E. coli, MRSA e VRE em 2 horas à temperatura ambiente, em comparação com até 24 horas para produtos da concorrência. Tipicamente, os objetos podem reclamar uma eficácia antimicrobiana com testes realizados à temperatura corporal (37°C) por um período de 24 horas, enquanto que a SilverShield demonstrou reduzir as cargas bacterianas abaixo dos níveis seguros em 2 horas à temperatura ambiente (25°C). Estes critérios mais rigorosos aproximam-se de forma mais rigorosa à utilização no mundo real, onde existe uma probabilidade muito maior de os objetos se encontrarem à temperatura ambiente e não à temperatura corporal.

A SilverShield não foi concebida para substituir um desinfetante, mas para complementar o desinfetante no combate às bactérias. A prata é apresentada constantemente na superfície e pronta a ser libertada 24 horas, todos os dias. Isto significa que os polímeros com SilverShield oferecem proteção contínua contra bactérias, ajudando assim a prolongar a eficácia dos produtos químicos desinfetantes muito além dos 120 minutos antes de as bactérias recuperarem a energia apenas com os desinfetantes.

A SilverShield Microban complementa e ajuda a prolongar a eficácia das rotinas de desinfeção química padrão utilizadas nos estabelecimentos médicos, lares e espaços públicos. Além disso, devido ao facto de ser embebida através de polímeros durante o processo de fabrico, a SilverShield permanece eficaz mesmo no caso de um objeto estar cortado ou arranhado.

A SilverShield é inerte até entrar em contacto com um ambiente húmido no qual podem proliferar bactérias. Apenas então libertará ínfimas quantidades de prata suficientes para inibir o metabolismo das bactérias e evitar a reprodução. A sua precisão torna-a uma arma no combate contínuo contra organismos nocivos.

Está registada na Agência de Proteção Ambienta (EPA) dos Estados Unidos como segura para utilizar numa variedade de aplicações, incluindo aquelas que estabelecem contacto com alimentos. As suas partículas pequenas, unicamente moldadas foram concebidas para libertar iões de prata mais rapidamente do que outros produtos à base de prata. Muito embora as partículas sejam pequenas, continuam a ser demasiado grandes para serem consideradas uma nanotecnologia.
A inteligência da SilverShield, a geometria única e o registo na EPA significam que possui a aprovação do governo como segura para utilizar em objetos que as pessoas ou os alimentos podem tocar ou estabelecer contacto. Estas qualidades oferecem vantagens significativas no mercado para os polímeros que contêm a SilverShield.

Como é implementada a SilverShield™

A Microban trabalha individualmente com fabricantes de polímeros para tornar a integração da SilverShield o mais simples e fácil possível sem perturbar os atuais processos de fabrico. Os nossos engenheiros desenvolvem e testam fórmulas personalizadas da SilverShield para cada produto individual. Estas fórmulas personalizadas são testadas com os polímeros dos próprios fabricantes quer em termos da eficácia antimicrobiana, quer para assegurar que a SilverShield não deteriora ou diminui a estética ou função de qualquer parte do produto. Ao fornecer a SilverShield aos fabricantes em masterbatches e ao dar formação ao pessoal de fabrico sobre a sua utilização apropriada, a Microban torna bastante fácil inserir a SilverShield nos polímeros de forma apropriada. Os nossos testes regulares e contínuos asseguram que a SilverShield continua a funcionar por muito tempo e os nossos serviços de marketing ajudam os fabricantes a alavancar o nome da Microban para obter vantagem no mercado.

Pesquisas demonstraram que a marca e a tecnologia Microban podem aumentar a intenção de aquisição em 15% ou permitir aos parceiros cobrarem mais 11% em média.