Como evitar bactérias na academia

Com equipamentos e instalações que são compartilhadas por dezenas de pessoas todos os dias, a falta de ventilação combinada com a umidade e transpiração do ambiente pode criar um número enorme de pontos de proliferação de bactérias. A equipe de limpeza da academia precisa desinfetar regularmente as superfícies comumente tocadas, a fim de mantê-las limpas e higiênicas, mas com tantos aparelhos sendo utilizados continuamente durante todo o dia, a limpeza correta nem sempre é possível. As bactérias são facilmente transferidas de um aparelho para o outro, e sobre uma superfície desprotegida, as bactérias podem se multiplicar em apenas 20 minutos. Quanto mais tempo a bactéria tem para proliferar, maior chance de se ter um impacto negativo, tanto no equipamento (em termos de limpeza, manchas e odores) e em nós também.

Mesmo que a equipe de limpeza trabalhe duro para garantir que o ambiente fique limpo, há uma série de coisas que você pode fazer para garantir que você não está entrando em contato com bactérias nocivas. Neste post, listamos alguns pontos de proliferação das bactérias, e algumas dicas de como lidar com eles.



Colchonetes

Se você estiver procurando aumentar sua força ou a flexibilidade, então você provavelmente vai trabalhar alguns exercícios utilizando o colchão. No entanto, com tantas pessoas o utilizando, um após o outro, em uma área bastante congestionada, os colchonetes são particularmente suscetíveis a bactérias. Na verdade, existem mais de 15.000 bactérias por cm² em um colchonete (1).

DICA: Se você estiver preocupado com as bactérias no colchonete, existem algumas dicas que você pode seguir. Trazer seu próprio colchonete pode garantir que você não está usando um que já esteja contaminado com bactérias de centenas de outras pessoas, e levando um frasquinho de álcool gel, irá garantir que suas mãos também estejam protegidas das bactérias nocivas.

Chuveiros

Depois de um treino pesado, muitas pessoas gostam de usar os chuveiros no vestiário para se refrescar. No entanto, andar descalço no vestiário e no chuveiro da academia pode deixa-lo vulnerável a todos os tipos de fungos e bactérias, que têm o potencial de causar infecções, como micose, verrugas e etc (2). As condições quentes e úmidas tornam o ambiente perfeito para estes tipos de bactérias se multiplicarem.

DICA: Ao tomar banho depois do treino, recomendamos sempre utilizar um par de chinelos no chuveiro para evitar a captação de infecções desagradáveis.

Aparelhos

Há uma infinidade de diferentes tipos de aparelhos na academia, tudo projetado para melhorar as várias partes do seu corpo. No entanto, o que todos eles têm em comum é que eles são utilizados por pessoas que suam e exalam uma grande quantidade de calor do corpo. Com cada utilização, a menos que a máquina seja higienizada, cada pessoa pode deixar para trás um vestígio de suor e bactérias, tornando mais fácil para que possa ser transferida de uma pessoa para outra.

DICA: Conscientes frequentadores da academia irão limpar o aparelho que eles usaram antes de ir para o próximo, mas que nem sempre é o caso (quase nunca). Para assegurar que o aparelho fique utilizável, sugerimos limpa-lo com algum tecido (geralmente disponível dentro da academia) antes e após a utilização. E certifique-se de lavar bem as mãos antes de deixar a academia.

Mochila

Será que você é o culpado de colocar a roupa suja da academia em sua mochila e não tira-la assim que chegar em casa? Com certeza sim!  Não é incomum, mas isso pode significar que sua mochila está abrigando bactérias como Estafilococos, Salmonella ou E-coli (2). Bactérias causadoras de manchas e odor, deixando ambas as roupas e a mochila com um cheiro desagradável.

DICA: Para remover todas as bactérias desagradáveis e garantir que sua mochila permaneça limpa e higiênica, recomendamos lavá-la a 60 graus após cada utilização (3). A temperatura quente irá matar todas as bactérias nocivas e deixar sua mochila livre deste mal. Se isso não for possível com tanta frequência, sugerimos ter mais que uma mochila, sendo assim você pode lava-las aos finais de semana.

Bebedouro

Reidratação é uma necessidade quando se treina, mas utilizar o bebedouro pode não ser a melhor ideia se você quer evitar bactérias. Encontramos nada menos que 418 milhões de bactérias por cm², num bebedouro de academia (4).

DICA: Para evitar a ingestão de bactérias, sugerimos que leve sua própria garrafa de água. Se você precisar encher sua garrafa durante ou após o treino, tente não deixar encostar a garrafa no bebedouro, pois isso também pode transferir bactérias.


Fontes:

1 – http://www.dailymail.co.uk/hea...
2 – http://www.fitnessmagazine.com...
3 – http://www.dailymail.co.uk/hea...
4 – http://www.bustle.com/articles...