Serviços de Testes de Odor

Na Microban® realizamos uma ampla variedade de métodos de teste de odor aceitos no setor. Não só temos instalações de teste de ponta, mas temos também um painel de especialistas em odor trabalhando diariamente em testes e inovação.

Solicitar Teste de Odor

Métodos de teste de odor realizados pela Microban

Odor, também chamado de cheiro, refere-se às sensações que são percebidas pelos nervos olfativos do nariz. Geralmente, é um cheiro característico, especialmente um desagradável.

Métodos de teste de odor identificaram odores que são complexos e variados, porque são causados pela presença de produtos químicos voláteis no ar. Estes produtos químicos podem ser associados a diversas fontes, tais como alimentos, lixo, odor corporal ou fumaça. A principal preocupação do odor na indústria têxtil é o odor corporal ou dos pés, já que reduzem a vida útil das roupas, calçados e tecidos da casa e precisam ser lavados com mais frequência. Estes cheiros são causados principalmente pelo metabolismo bacteriano do suor humano.

Enquanto o suor é inodoro, as bactérias na pele utilizam suor para sobreviver e prosperar. O suor se mistura às células mortas da pele e sujeiras ambientais para proporcionar excelente nutrição para as bactérias da pele metabolizarem e produzirem seus próprios resíduos, que é percebido como odor corporal. O suor e as bactérias são transferidos para as roupas e continuam crescendo e produzindo metabólitos com mau cheiro muito depois da pessoa tirar a roupa. Esses metabólitos odoríferos se ligam às fibras sintéticas, fazendo com que roupas e outros produtos desenvolvam odores persistentes que reduzem sua vida útil.

Existem três métodos de ensaio de odor comuns para avaliar os odores de produtos têxteis: Testes antimicrobianos, cromatografia gasosa (GC) e ensaios de desgaste. Cada método tem suas vantagens e limitações.

Testes antimicrobianos

Estes métodos de ensaio de odor envolvem medir quantitativamente a redução da população microbiana após os têxteis ou espuma serem expostos a compostos antimicrobianos que eliminam as bactérias que produzem os metabólitos que são percebidos como mau cheiro. Existem métodos de ensaio normalizados amplamente aceitos gerados através de diversos comitês: AATCC, ASTM, ISO e JIS.

Embora os métodos de ensaio antimicrobianos sejam rápidos, de baixo custo, flexíveis e reprodutíveis, existem algumas limitações. Estas são medidas indiretas de controle de odor, os organismos de teste substitutos utilizados não são normalmente associados a odores, e há um alto nível de variação nos resultados, pois os métodos são comumente modificados de laboratório para laboratório para consideração de diferentes condições nutricionais. Mais importante ainda, os métodos de teste de odor antimicrobianos não são relevantes para a avaliação de tecnologias não-antimicrobianas. Métodos de teste de odor para tratamentos de controle de odor antimicrobianos não funcionam para tratamentos não-antimicrobianos.

Cromatografia gasosa

A cromatografia gasosa mede a concentração de compostos presentes em uma amostra analisando o odor produzido dentro de um espaço vazio.

Como os métodos de ensaio de odor antimicrobianos, a cromatografia gasosa tem vantagens e limitações. Métodos de ensaio de odor CG podem analisar amostras de ampla gama de compostos causadores de odor, fornecendo resultados reprodutíveis rapidamente. No entanto, exige que os laboratórios tenham uma vasta biblioteca de compostos causadores de odor para analisar as amostras de forma eficaz. Atualmente, existe uma pequena rede de laboratórios que pode analisar adequadamente amostras de compostos causadores de odor. Embora um método CG, como a ISO 17299, seja uma boa ferramenta de triagem para tecnologias de captura de odor, o nariz humano é tão sensível que tende a provocar uma resposta olfatória em concentrações menores do que a CG pode detectar de forma ideal.

Ensaios de desgaste

Ensaios de desgaste são benéficos porque são o método mais acurado para refletir o que a peça vai sofrer no mundo real.

Os ensaios de desgaste exigem extensa colaboração e tempo para iniciar, pois um teste de desgaste eficaz deve levar em consideração muitas variáveis, como, por exemplo, com que frequência a roupa vai ser usada, por quanto tempo e em que condições. As condições de ensaio devem ser comunicadas aos participantes: os participantes vão ser autorizados a usar ou lavar itens que contenham fragrâncias (desodorantes, shampoo, sabonete líquido, colônia, etc.); os participantes poderão tomar banho durante os ensaios de desgaste; as roupas serão lavadas, como vai ocorrer a secagem da peça; que parte da peça está sendo analisada; como são as amostras analisadas quando terminar o ensaio de desgaste. Um painel sensorial treinado deve então ser convocado para avaliar os odores. Métodos de ensaio de odor que simulam as condições do mundo real podem ser personalizados para aplicações específicas.

A Microban oferece a seus parceiros e clientes vários métodos de ensaio de odor para avaliar o desempenho do controle de odor. Independentemente do tipo de estrutura química do aditivo ou tipo de tecido, os laboratórios e cientistas da Microban podem ajudar a garantir que os odores não interfiram com o melhor desempenho do seu vestuário, calçado, e outros têxteis.